Fico feliz.

Fico feliz por você.

Fico feliz por nós.

Fico.





Refúgio

Não é de hoje que eu sei que você é meu refúgio.Sempre foi assim.Sempre será.

Desde de o dia em que nos conhecemos,eu sabia que era isso que você seria para todo o sempre.No contexto em que nos conhecemos,fiz de você meu refúgio e tal você comportou-se e a meu alma assim aprendeu a chamar por você,sempre que eu estivesse prestes a chorar,sempre que eu precisasse escapar.

Você sempre me ouviu,mesmo sem saber.Na verdade,nós sempre nos ouvimos,mesmo no silêncio.Ainda que distantes.”Amigos.Ainda que distantes”.Creio que o que temos é maior que amor,não sei o que é nem quero saber.Mas saiba você que continuam a me perguntar se ainda amo você,respondo que não e sei que é verdade.

Confesso que quando eu te amava(Sim,eu te amava),quando eramos “amigos e amantes”,eu via você no meu futuro como um lugar seguro.No meu futuro,eu chegava mal em casa,ligava para você e alguns minutos depois,lá estávamos nós,no chão da minha sala,você me anestesiava,me alegrava,me curava,me abrigava no passado e no futuro.

No entanto,o seu ciúme possessivo fez com que todos os tempos mudassem.Quando comecei a namorar,nos afastamos e quando terminei,você estava namorando.Chamei por você,silenciosamente,você ouviu,mas não pode aparecer,me magoei.Nos afastamos definitivamente.Mas eu sinto que ainda nos comunicamos e sinceramente,odeio isso.Odeio sentir que você nunca sairá da minha vida.Odeio ver você passando na rua.Odeio ter você em minhas redes sociais.Odeio ter você em minhas memórias.Odeio quando você fala comigo.Odeio quando você me abraça.Odeio quando eu tento me camuflar na multidão e você consegue me ver.Odeio quando começo a correr e você consegue me alcançar.Odeio te escrever.Odeio te cantar.Odeio ver o seu olhar se alegrar ao me ver.Odeio eu me ver melhorar ao me abraçar.Odeio ter você e não ter e não querer ter.

Apesar de tanto pesar,de tantos “odeios” e rodeios,tenho consciência do que você foi para mim,do que você é e sempre será:um refúgio.Sabe o que estou fazendo agora enquanto escrevo isso para você?

Refugiando-me em você.


 Faz tempo que não penso em nós.Não,faz tempo que não penso em você.Na verdade,faz tempo que não penso em mim.


NÃO

terraparanatasha:

Eu não disse.

Mas meu “NÃO”

ficou no ar

parei

de respirar

pensei

em voltar

olhei

no olho de quem

se diz meu amigo

pensei em

voltar,mas continuei.

Eu não posso ser injusta comigo

não mais.